Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Jejum intermitente: Entenda como funciona e os benefícios

jejum intermitente

Muitos conhecem como a dieta da Deborah Secco. Já ouviu falar de lowcarb e dieta intermitente? Aqui você pode tirar todas as dúvidas dessa dieta que está dando o que falar:

  • Jejum intermitente emagrece quanto quilos por semana?
  • Existem benefícios do jejum intermitente?
  • Será que o jejum intermitente emagrece mesmo?
  • O jejum intermitente emagrece em quanto tempo?
  • Quais são os efeitos do jejum intermitente no metabolismo humano?
  • Existem perigos do jejum intermitente?
  • Jejum intermitente – prós e contras
  • Jejum intermitente para as mulheres

O jejum intermitente já circula há algum tempo entre as famosas. A dieta consiste em emagrecimento de forma rápida e segura, apenas regulando o horário e a quantidade das refeições. Será que funciona?

jejum intermitente funciona

O jejum intermitente, dito de maneira simples é: comer quando sentir fome.

A base do jejum intermitente é dieta balanceada, menos vezes ao dia, composta de verduras, legumes, carnes e ovos. Para potencializar o resultado, recomenda-se a diminuição de carboidratos e aumento na quantidade de gorduras boas.

As gorduras naturais, segundo os adeptos do jejum intermitente, são saudáveis, mas não devem ser forçados. Ao ingerirmos acima de certas quantidades de carboidratos, o organismo aumenta a produção de insulina, o que reduz a taxa de glicose no sangue.

Quando isso acontece, sentimos fome outra vez, muito rápido.

Um exemplo disso é quando degustamos um belo prato de macarrão, ou um pão e logo a fome aparece novamente. Por incrível que pareça, substituir arroz, macarrão e pão por refeições sem carboidratos como legumes, verduras, carne e frango sustenta muito mais do que as refeições “normais”. Além disso, é muito mais saudável.

Dieta do Jejum Intermitente – cardápio

A adaptação ao jejum intermitente ocorre aos poucos. Antes de tudo, é importante o corpo acostumar-se a ingerir menos carboidratos por dia. Isso não ocorre da noite para o dia.

Ao diminuir a ingestão de carboidratos, automaticamente o corpo sentirá menos necessidade de comer a todo instante. Ao mesmo tempo, introduza refeições diárias de 6, 7, 8 por dia, conforme a necessidade.

Açúcar deve ser cortado aos poucos. Parece estranho pensar em um café ou um suco sem açúcar, mas é necessário elimina-lo durante essa dieta. O corpo vai se adaptando aos poucos a necessidade feroz do açúcar.
Em resultado disso, os baixos níveis de insulina irão fazer com que a vontade de comer fique cada vez mais reduzida. O jejum pode começar, afinal, o corpo já está utilizando as reservas de gordura para gerar energia.

Dieta do jejum intermitente – como fazer cardápio:

Opção 1

Café da manhã:

2 cookies integrais

1xícara de chá verde ou café sem açúcar

1 pêssego médio fatiado

Almoço:

Peito de frango (grelhado ou assado)

Saladas de legumes variados (1 colher de sopa de azeite de oliva)

½ xícara chá de arroz integral

1 fruta

Jantar

1 filé de salmão grelhado

1 prato de brócolis refogado e alface

2 colheres de arroz integral

Lanches:

Shake de frutas batido com iogurte natural

Opção 2

Café da manhã:

2 ovos mexidos

1 laranja

I xicara de café sem açúcar ou chá verde

Almoço:

Sopa de carne com legumes

Jantar:

1 bife gralhado

Salada de sua preferencia

Opção Lanche:

1cookie integral

1xicara de chá verde

1xicara de café sem açúcar

Jejum intermitente e bem estar

Os resultados do jejum intermitente são incríveis:

  • Reduz a depressão;
  • Aumenta a concentração;
  • Diminui a ansiedade;
  • Acelera o metabolismo;
  • Ajuda a regular a pressão;
  • Auxilia no emagrecimento
  • Propicia uma melhora hormonal;
  • Facilita o preparo da comida;
  • Menos fome, mais saciedade;
  • Aumenta os níveis de hormônio do crescimento;
  • Melhora a reparação celular;
  • Reduz à resistência a insulina;
  • Reduz inflamações;
  • Previne certos tipos de câncer;
  • Reduz o colesterol ruim;
  • Pode prevenir o Mal de Alzheimer;

Vale a pena experimentar esse método inovador para emagrecimento!

Mas uma pergunta importante deve ser respondida: Como quebrar o jejum intermitente? É importante definir o que comer após o jejum intermitente:

Sempre que se faz um jejum prolongado a insulina esta baixa e por essa razão não se deve ingerir altas doses de carboidratos simples ou ate mesmo grandes volumes de comida (mesmo alimentos saudáveis).

  • Inicie o pós-jejum com poucos alimentos
  • Ingira alimentos com baixo índice glicêmico
  • Associe os alimentos a uma porção pequena de proteínas com rápida absorção.

E nunca se esqueça: para iniciar qualquer dieta ou métodos de emagrecimento, consulte um médico nutricionista.

Leia Mais neste post

Jejum intermitente: Entenda como funciona e os benefícios
Rate this post

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *